CapaCapa TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Não sou, não penso
Minha linha vital já se apaga
E agora, então?
Levem-me, moribundo, aos palcos reais
Por trás da minha cortina
Eis, enfim,
a solução
Descerrem os panos, por caridade
Encenem, por mim, os meus atos
De tudo, somente o que não sei
O tudo que sei, a bem da verdade
Aluísio Azevedo Júnior
Enviado por Aluísio Azevedo Júnior em 07/04/2013


Comentários